sábado, 8 de setembro de 2012

A subjetividade Contemporânea – O Rádio




                                                     Introdução

Na Inglaterra, na cidade de Cambridge, em 1863 James Clerck Maxwell descobre a provável existência das ondas magnéticas. Henrich Rudolf Hertz ao estudar estas ondas inventa o rádio em 1887. A denominação de quilohertz foi em homenagem ao cientista.
Guglielmo Marconi, em 1896 utilizando as ondas magnéticas demonstrou o funcionamento de seus aparelhos de emissão e recepção de sinais. Oliver Lodge, Ernest Branly, Oliver Lodge (1897), Lee Forest, Von Lieben e Armstrong colaboraram para o aperfeiçoamento do radio.
Nos Estados Unidos foram anos de pesquisas, tentativas e aprimoramentos até Lee Forest instalar a primeira "estação-estúdio" de radiodifusão, em Nova Iorque, no ano de 1916. Aconteceu então o primeiro programa de rádio, que se tem notícia. Ele tinha conferências, música de câmara e gravações. Surgiu também o primeiro registro de   radiojornalismo, com a transmissão das apurações eleitorais para a presidência dos Estados Unidos.

A “Era do Rádio”
Apesar de 1919 ser considerado o inicio da “era do rádio”, o microfone só foi descoberto no ano seguinte por um engenheiro da Westinghouse.
Foi a própria Westinghouse que fez nascer, meio por acaso, a radiofusão. Ela fabricava aparelhos de rádio para as tropas da Primeira Guerra Mundial e com o término do conflito ficou com um grande estoque de aparelhos encalhados. A solução para evitar o prejuízo foi instalar uma grande antena no pátio da fábrica e transmitir música para os habitantes do bairro. Os aparelhos encalhados foram então comercializados.
Para se ter uma idéia de porque a época ficou conhecida como a "Era do Rádio", nos EUA o rádio crescia surpreendentemente. Em 1921 eram quatro emissoras, mas no final de 1922, os americanos contavam 382 emissoras.
A chegada do rádio comercial não demorou. Logo as emissoras reivindicaram o direito de conseguir sobreviver com seus próprios recursos. A pioneira no rádio comercial foi a WEAF de Nova Iorque, pertencente à Telephone and Telegraf Co..  Ela irradiava anúncios e cobrava dois dólares por 12 segundos de comercial e cem dólares por 10 minutos.
O Dia Mundial das Telecomunicações  é  comemorado em 17 de maio porque foi nesta
data, em 1865, que institui-se a "União Telegráfica Internacional".

Os programas radiofônicos
As rádios, antes da tv reinava absoluta entre as pessoas. Cada emissora tem sua audiência baseada em suas programações. Tem emissora que é especializado em noticias , outras em musicas jovem, regional, internacional, clássica, etc. Mas tem emissoras ligadas a religião ou esportes.
A radio já teve várias funções. Educativa, Social, Religiosa, Política, diversão e lazer, além de informativo.
Nos regimes totalitaristas, o radio foi largamente utilizado para alienar a população e fazer propagandas fascistas, nazistas e comunistas.
Mas mesmo em paises ditos democráticos a rádio também tem seus vieses ideológicos, dependendo de quem tem a concessão: governo ou empresário.
A rádio como meio de informação rápida só perde para a Internet. Hoje em dia podemos saber como está o transito através de programas radiofônicos. Os programas esportivos, como o futebol, tem ótima audiências nas rádios.
Até os anos 60, no Brasil, cantoras como Emilinha Borba, Ângela Maria, Dalva de Oliveira, Nelson Gonçalves, Aracy de Almeida eram bastante executados.
As rádios eram cobertas por revistas como “A Revista do Radio” e “Radiolandia” e outras.
Os anúncios de remédios e produtos para a dona de casa sustentavam as programações.
As novelas da Radio São Paulo e Record preenchiam o tempo da rainha do lar.
Mas a novela Geronimo, o herói do sertão fazia bastante sucesso entre os ouvintes de sexo masculino.
Como constatado o radio é bastante subjetivo, devido a sua grande variedade de programação que pretende atender o maior numero de pessoas e preferências.

Conclusão

O radio, assim como o cinema, teatro, literatura, e a musica, colaborou para a construção cultural e social dos indivíduos.
Devido a Internet, a tv, games, dvd, mp3, as pessoas não tem mais tempo de ouvir radio como antigamente. Mas ele está aí, é só ligar, sintonizar a sua emissora ou a sua musica favorita e viajar na maquina do tempo. E retornar a um tempo que apesar de não existir tanta tecnologia, éramos mais felizes.

Sites Consultados:
http://www.oliver.psc.br/historia%20musica.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário

videos

Loading...

Minha lista de blogs